Tríplice Bacteriana Acelular (dTpa)

O que previne:
Difteria, tétano e coqueluche.

Para quem:
• Crianças a partir de 3 anos, adolescentes, adultos e idosos.
• Gestantes a partir da 20ª semana de gestação. Se não foram vacinadas ao longo da gravidez, devem receber uma dose após o parto, assim que possível.
• Pessoas que convivem com crianças, sobretudo com bebês menores de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da saúde.

Contraindicações:
Pessoas que apresentaram anafilaxia ou sintomas neurológicos causados por algum componente da vacina ou após a administração de dose anterior.

Esquema de doses:
Crianças a partir de 3 anos: Pode ser usada para a dose de reforço recomendada para os 4-5 anos de idade.
Adolescentes e adultos não vacinados, ou com histórico vacinal desconhecido: 3 doses com intervalo de dois meses entre elas, sendo pelo menos uma delas com a dTpa e as demais com dT. As três doses podem ser feitas com dTpa.
Crianças a partir de 4 anos e adultos com esquema completo: reforços a cada 10 anos.
Gestantes: uma dose a cada gestação, a partir da 20ª semana.

Cuidados antes, durante e após a vacinação:
• Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação. Em casos mais intensos pode ser usada medicação para dor, sob prescrição médica.
• Se ocorrer uma reação muito intensa no local da aplicação (Arthus), é importante observar o intervalo de dez anos após a aplicação da última dose da vacina para se administrar a dose de reforço.

Eventos adversos:
• Crianças com até 9 anos: pode ocorrer irritabilidade, sonolência, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço) e cansaço.
• Crianças a partir de 10 anos, adolescentes e adultos: pode ocorrer dor de cabeça, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço), cansaço e mal-estar.
Sintomas de eventos adversos persistentes, que se prolongam por mais de 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser investigados para verificação de outras causas.

21 97047-7121