Hepatite B

O que previne:
Hepatite causada pelo vírus da hepatite B.

Para quem:
• Todas as faixas etárias: crianças, adultos e idosos.
• Faz parte da rotina de vacinação das crianças, devendo ser aplicada, preferencialmente, nas primeiras 12 a 24 horas após o nascimento para prevenir hepatite crônica.
• Indicada para gestantes não vacinadas.

Contraindicação:
Pessoas que apresentaram anafilaxia com algum componente da vacina ou com dose anterior. Ou aquelas que desenvolveram púrpura trombocitopênica após dose anterior de vacina com componente hepatite B.

Esquema de doses:
Rotina de vacinação das crianças: uma dose nas primeiras 12-24 horas após o nascimento, e mais 2 a 3 doses posteriormente (aos 2, 4 e 6 meses de idade). Essas doses seguintes poderão ser aplicadas nas formulações combinadas (Hexavalente, na rede privada, ou Pentavalente celular, na rede pública) ou isoladamente.
Crianças mais velhas, adolescentes e adultos não vacinados: três doses, sendo a segunda um ou dois meses após a primeira, e a terceira seis meses após a primeira dose.
Bebês prematuros (com menos de 2kg ou 33 semanas de gestação): devem receber quatro doses, sendo a primeira dose nas primeiras 12 horas de vida.
Imunodeprimidos e pacientes renais crônicos: quatro doses com volume dobrado.

Cuidados antes, durante e após a vacinação:
• Em caso de febre, a vacinação deve ser adiada até que ocorra a melhora.
• Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação.

Eventos adversos:
São mais comuns reações locais como dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção até 24 horas após a vacinação. Pode ocorrer irritabilidade, cansaço, febre, dor de cabeça e desconforto gastrointestinal.

21 97047-7121