HPV quadrivalente

O que previne:
Infecções persistentes e lesões pré-cancerosas causadas pelos tipos de HPV 6,11,16,18.
Previne o câncer de colo do útero, da vulva, da vagina, do ânus e verrugas genitais (condiloma).

Para quem:
• Mulheres de 9 a 45 anos
• Homens de 9 a 26 anos
Homens e mulheres em idades fora da faixa de licenciamento também podem ser beneficiados com a vacinação, a critério médico.

A vacinação deve ser iniciada o mais cedo possível, antes de meninos e meninas iniciarem vida sexual. Isso porque quanto mais jovem, melhor é a resposta à vacina devido à maior quantidade de anticorpos produzida. Além disso, a infecção pelo HPV tende a acontecer precocemente, já no ano de iniciação sexual, mesmo que a pessoa tenha apenas um parceiro. Por essa razão, o ideal é que a vacinação seja feita bem antes de contato com o HPV, ou seja, na pré-adolescência/adolescência.

Contraindicações:
Gestantes e pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou a algum de seus componentes.

Esquema de doses:
Dependendo da idade de início da vacinação, são recomendadas duas ou três doses.
Entre 9 e 14 anos: duas doses com intervalo de 6 meses.
A partir de 15 anos: três doses, sendo a segunda um ou dois meses após a primeira e a terceira seis meses após a primeira.
Pessoas portadoras do vírus HIV e imunodeprimidos: três doses, independente da idade.

Cuidados antes, durante e após a vacinação:
• Antes da vacinação, é preciso perguntar a mulher sobre a possibilidade de estar grávida. Contudo, se a vacina for aplicada sem saber da gravidez, não há necessidade de intervenção.
• Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação.

21 97047-7121